Designação química
Filoquinona

Função característica
Vitamina anti-hemorrágica coagulante.

Modo de actuar
A vitamina K faz com que o fígado segregue protrombina, fermento necessário para a coagulação normal do sangue.

 Fontes naturais
Legumes (sobretudo espinafres e as folhas de couve-flor e o repolho), batatas, óleo vegetal e frutas (especialmente tomates, morangos) e gordura de fígado.

 Necessidades diárias no homem
Os adultos necessitam de uns 4 mg.
A U.I não está, ainda, determinada.

Fenómenos produzidos pelas carências vitamínicas
Tendências para hemorragias, tendo em conta que, ou não se consome suficiente vitamina K na alimentação, ou então, a produção própria vê-se dificultada por doenças bacterianas intestinais, ou a absorção através do intestino é afectada por lesões na mucosa intestinal, ou há transtornos intestinais, hepáticos ou biliares. As hemorragias nos tecidos subcutâneos e muscular, no intestino e noutros órgãos podem ser sintomas de falta de vitamina K.

 Doenças que o emprego da vitamina cura ou melhora
Tendência para a hemorragia, por falta provável de protrombina. Tal estado aparece sobretudo nas doenças que provocam a obturação dos canais biliares (cálculos, úlceras, inflamações crónicas) e lesões hepáticas. A vitamina K demonstrou também a sua eficiência para as hemorragias dos vasos cutâneos, tensão alta, tendência para hemorragias nasais, profilaxia de extracções dentais e de operações da garganta e do nariz.

A vitamina K também combate a cárie.

Comentários