Vitamina E

vitamina e 300x300 - Vitamina E

Denominação química
Tocoferol

Função característica
Vitamina da reprodução, antiesterelizante.

 Modo de actuação
Regula o metabolismo da glândula pituitária (hipófise) e influi assim sobre o metabolismo dos hidratos de carbono, do hidrogénio e, sobretudo, dos órgãos sexuais. Actua, também, sobre o metabolismo muscular, sobre os vasos capilares, facilitanto a sua renovação e melhorando a circulação. É importante, além disso, o efeito regenerador nos tecidos conjuntivos.

 Fontes naturais
Grãos de cereal e seus azeites, legumes e verduras, gemas de ovo, leite e manteiga.

 Necessidades diárias no homem
Não se sabe, com segurança. Calcula-se para o menino de peito em 5 mg e para o adulto de 10 a 25 mg.

 Fenómenos produzidos pelas carências vitamínicas
Em várias espécies de animais a falta de vitamina E produz uma atrofia das glândulas germinais (orgãos sexuais), que, em parte, não se podem regenerar. Noutras espécies, a falta de vitamina E leva a uma degenerência de toda a musculatura dos órgãos de movimento, dos órgãos internos ou dos músculos cardiacos. Muitas vezes, observa-se com a falta de vitamina E uma lesão dos diversos componentes do tecido conjuntivo, nomeadamente do sistema circulatório. A falta de vitamina E causa nos animais degenerescência do fígado e hemorragias, quando falha a função de protecção hepática da vitamina E a respeito de lesões provocadas pela alimentação. Nos homens torna,-se muito díficeis de comprovar s diferentes sintomas de insuficiência.

 Doenças que o emprego da vitamina cura ou melhora
Perturbações nos órgãos de reprodução tais como: parto prematuro, aborto, menstruação fraca ou irregular, deficiência nas idades críticas e na gravidez, formação defeituosa do leite.

  • Tendência para partos prematuros e dificuldades, durante a amamentação.
  • Doenças do sistema nervoso e muscular, sobretudo fraqueza muscular, depois de infecções.
  • Doenças do tecido conjuntivo, especialmente as de tipo reumático, como ciática, torcícolis e reumatismo muscular e nervoso.
  • Doenças cardíacas e circulatórias de tipos diversos.
  • Queda dos dentes (parodentose).
  • Mau cheiro das fossas nasais.
  • Ulceras nas pernas.

Comentários