Vias Bilares

vias bilares - Vias Bilares

Tratamento dietético das suas afecções

Já de há muito tempo que se conhece o tratamento dietético das doenças das vias biliares, sobretudo da vesícula.
De uma maneira geral há que respeitar as seguintes directrizes:

1. O mínimo consumo possível de alimentos e estes em forma de hidrocarbonatos (arroz, flocos de aveia), pois são os que menos estimulam a secreção biliar.
Dietas à base de infusões e de sumos entre um e três dias. Simultaneamente infusões de macela todos os dias.

2. Vencidos os sintomas de inflamação, juntar à sopa de arroz ou de flocos de aveia, um pouco de gordura (manteiga ou margarina vegetal), mas não albumina.
Todos os dias também infusão de macela.

3. Produzida uma melhoria, e sentindo-se maior apetite, juntar leite, adoçado com mel ou condimentado com sal marinho. Além disso, consumo abudante de azeite batido a frio, combinado com puré de batatas, acrescentando frutas, legumes, vegetais crus finos, por exemplo cenouras e beterrabas (mas não congeladas), leites ácidos, especialmetne soro de manteiga e requeijão. Voltar às papas de cereal fresco e ao pão integral.
Este regime lacto-vegetariano observado durante bastante tempo provoca a melhoria de todo o metabolismo, preparando assim a cura definitiva.
Na temporada depois do tratamento, torna-se especialmente valioso o consumo de sumos frescos de cenouras, aipo, rábanos e beterraba. As pessoas que puderem, empregarão também sumos frescos de marroio, urtiga, dente-de-leão, agrimónia e de mil-em-rama. Beber às colheres pequenas ou grandes, de uma a três vezes por dia, com água ou leite quentes.

Comentários