Levedura

21 Mai 2017
Comments
Levedura

Os antigos remédios medicinais voltam a ser descobertos de vez em quando. Assim aconteceu com a levedura, que volta a ter grande popularidade. O «Pai da Medicina», Hipócrates, já conhecia o emprego e o valor da levedura. Os monges medievais empregavam-na contra as chagas, e nos tempos modernos é empregada na «depuração do sangue» e na cura de furúnculos. Composição Só a idade moderna, com os seus conhecimentos sobre o significado das vitaminas e das hormonas, tomou a levedura como objecto de investigação. Observou, com assombro, que na levedura se encontrava um verdadeiro tesouro de matérias de grande actividade biologica, como vitaminas (sobretudo do grupo B), valiosos aminoácidos,’ assim como.

Fatores hereditários

21 Abr 2017
Comments
Fatores hereditários

Há doenças da pele, sobretudo eczemas, de que são responsáveis os pais ou outros antepassados mais afastados. O antigo adágio de que os pecados dos pais recaem nos descendentes até à terceira ou quarta geração é uma verdade que encontramos nas doenças cutâneas. Quem sofrer de tais doenças ou de tais debilidades constitucionais na sua vida não deve voltar-se contra os seus ascendentes, só porque aparentemente têm de suportar uma carga injusta. Cada geração vive no meio ambiente do seu tempo e é filha deste e das suas imperfeições.

Localização orgânica dos tumores

08 Set 2016
Comments

A maior parte dos factores gerais do cancro procedentes do nosso meio ambiente vão, como é natural, a parar primeiramente à pele, como fronteira exterior do nosso organismo, ou a superfícies celulares que envolvem e cobrem os órgãos interiores ou que se converteram em glândulas, isto é, praticamente, a todas as mucosas e glândulas. Embora estes tecidos constituam 17,5% do nosso organismo completo, neles se produzem 92 % dos tumores, o que indica, precisamente, que os ditos tecidos são os mais expostos às lesões procedentes do exterior. A isto também se acrescenta a alimentação com a sua íntima relação com as mucosas de todo o aparelho gastrintestinal.

A pele reflete o estado do organismo

03 Ago 2016
Comments
A pele reflete o estado do organismo

Todos os estímulos procedentes do interior e do exterior devem permanecer dentro dos limites da sua capacidade de adaptação para não se produzirem perturbações funcionais, inclusivamente lesões orgânicas duradoiras. Sabemos por experiência diária que entre as doenças de pele a imensa maioria tem sido causada por doença interna, perturbações do metabolismo, alterações nas glândulas hormonais, efeitos tóxicos provocados por uma prisão de ventre crônica, focos de infecção nos dentes, amígdalas, seios nasais ou aparelho genital. Se a isto se acrescentar uma importante insuficiência de elementos curativos e nutritivos devido a uma alimentação insuficiente mal combinada ou incompleta, pode produzir-se rapidamente o estado de hipersensibilidade da pele, a alergia. Qualquer estímulo.

Correlações entre a alimentação e as doenças da pele

24 Fev 2016
Comments
Correlações entre a alimentação e as doenças da pele

Também nos adultos há estreitas relações entre a pele sã e a alimentação. Os numerosos efeitos sobre a pele, como o calor, frio, tóxicos, bactérias, fungos, parasitas e inclusivamente lesões a que diárias ou ocasionalmente nos encontramos expostos, dificilmente podem provocar doenças cutâneas se a pele enquanto órgão estiver em normais e sãs condições de defesa, Há uma propensão interna para as enfermidades da pele que, sem duvido, depende do estado da alimentação. E, pois, importante que os doentes da pele de qualquer espécie ordenem a sua alimentação e, conforme a experiência, isso significa que deve ser: simples, parca, integral e pobre em sal. Toda a debilitação da nossa potência.