Mostarda Negra

Mostarda Negra

A mostardeira negra (Brassica Migra) é da família das Crucíferas. Frequente nas searas, campos e caminhos do Minho, Estremadura e Alentejo. Em pequenas quantidades, cortam-se e atam-se em feixes os talos, a partir de Julho, depois de as bainhas adquirirem um tom amarelado; estendem-se em seguida num pano. Os grãos de cor pardacenta-amarclada caídos conservam-se secos em recipientes de vidro, devendo com frequência ser observados e agitados. A mostarda negra costuma cultivar-se também em terrenos pobres e climas duros; mas é melhor o solo arenoso que lenha húmus. A humidade do terreno encharcado é prejudicial. O esterco de cavalariça fresco afecta a formação do fruto, favorecendo o desenvolvimento da folhagem..

Localização orgânica dos tumores

A maior parte dos factores gerais do cancro procedentes do nosso meio ambiente vão, como é natural, a parar primeiramente à pele, como fronteira exterior do nosso organismo, ou a superfícies celulares que envolvem e cobrem os órgãos interiores ou que se converteram em glândulas, isto é, praticamente, a todas as mucosas e glândulas. Embora estes tecidos constituam 17,5% do nosso organismo completo, neles se produzem 92 % dos tumores, o que indica, precisamente, que os ditos tecidos são os mais expostos às lesões procedentes do exterior. A isto também se acrescenta a alimentação com a sua íntima relação com as mucosas de todo o aparelho gastrintestinal.

Ácido pantoténico

Ácido pantoténico

Modo de actuação Intervém no metabolismo das proteínas e gorduras; é necessário para a desintoxicação de corpos estranhos, (por exemplo, medicamentos) e, em geral, é imprescindível para a formação e o funcionamento dos tecidos. É necessária para a conservação das características defensivas da pele e das mucosas contra as infecções e para o desenvolvimento normal dos processos metabólicos na pele e nas suas formações glandulares. Fontes naturais Levedura, cereais, fruta, legumes, leite. Necessidades diárias no homem Ainda insuficientemente conhecida: aproximadamente 10 mg. Ainda não foi fixada a, unidade internacional. Fenómenos produzidos pela falta de vitamina Transtornos metabólicos, perturbações funcionais nas cápsulas suprarrenais, descolonção e queda do cabelo, doenças da pele.

Influência das doenças internas

Influência das doenças internas

Não é só a insuficiência ou o excesso na nutrição, nem a constituição física congênita ou obtida no decurso da vida, que provocam enfermidades da pele, mas também numerosas enfermidades internas. Conhecemos muitos relações entre as doenças cutâneas e as dos órgãos, isto é, estômago, fígado, pâncreas, intestino delgado e , mais ainda, intestino grosso. Sobretudo a prisão de ventre crônica deve salientar-se como fonte de auto-intoxicação e de numerosas reações patogênicas da pele. Com frequência não se pode curar uma molesta enfermidade cutânea sem se recuperar o funcionamento normal dos intestinos. Influem igual e consideravelmente na origem e desenvolvimento das doenças cutâneas o sistema nervoso e os estados anímicos,.

Factor PP

Factor PP

Designação química e função característica Nicotinamida. Factor antipelagroso. Modo de actuação Como as vitaminas B1 e B2, constitui o acido nicotinico um elemento constitutivo de importantes fermentos, transportadores de hidrogénio, que intervém na composição e decomposição dos hidratos de carbono, dos álcoois e dos ácidos gordos. O ácido nicotínico e a nicotinamida participam, além disso, na formação do sangue e tornam-se imprescindíveis para a função normal dos órgãos digestivos, do sistema nervoso e da pele. Para muitos seres minúsculos vivos, especialmente as bactérias, é esta vitamina um factor de crescimento imprescindível. Fontes naturais Levedura, cereais, fruta, legumes. Necessidades diárias no homem Homem: 12-18 mg Mulher: 10-15 mg Durante a gravidez:.