Influência das doenças internas

Influência das doenças internas

Não é só a insuficiência ou o excesso na nutrição, nem a constituição física congênita ou obtida no decurso da vida, que provocam enfermidades da pele, mas também numerosas enfermidades internas. Conhecemos muitos relações entre as doenças cutâneas e as dos órgãos, isto é, estômago, fígado, pâncreas, intestino delgado e , mais ainda, intestino grosso. Sobretudo a prisão de ventre crônica deve salientar-se como fonte de auto-intoxicação e de numerosas reações patogênicas da pele. Com frequência não se pode curar uma molesta enfermidade cutânea sem se recuperar o funcionamento normal dos intestinos. Influem igual e consideravelmente na origem e desenvolvimento das doenças cutâneas o sistema nervoso e os estados anímicos,.

Alimentos pobres em estimulantes intestinais

Alimentos pobres em estimulantes intestinais

Função das «matérias inertes»  As «matérias inertes» como já dissemos no caso da digitalina, quando tratámos do problema de «substâncias puras ou misturas naturais», têm o seu significado e a sua função. Assim, na digestão, o que não é digerível não é lastro sem valor que tem de ser eliminado; efectivamente, estimula, embora só mecanicamente, as paredes intestinais, excita a função do intestino e actua assim eficazmente contra a prisão de ventre, de que hoje sofre a maior parte dos homens civilizados. A alimentação rica cm substâncias cruas contém sempre suficiente  quantidade de celulose «não-digerível». Uma evacuação intestinal mais rápida e perfeita evita a «putrefacção das proteínas» e, por isso,.

Pêras

Pêras

Quem se quiser libertar de hidropisia ou das gorduras inúteis, deve substituir a sua alimentação corrente por pêras cruas ou cozidas, eventualmente em combinação com leite ácido e pão integral . A pêra de que hoje dispomos, de variadíssimo e selecto sabor, é também antiquíssima na sua forma de cultivo. A sua limitada conservação e o apreço elevado das espécies de maturação tardia não lhe permitem alcançar a grande importância que tem a maçã. Composição e propriedades Sob o ponto de vista da fisiologia da nutrição, há que ter em conta que o conteúdo em  substâncias calóricas é muito baixo, como em todas as frutas. 100 gramas produzem umas 50.