Insuficiência de vitaminas e de hormonas

Insuficiência de vitaminas e de hormonas

A necessidade em vitaminas  O conhecimento das vitaminas é ainda muito recente e ainda não chegou a conclusões definitivas. O seu propósito principal é o de fixar a necessidade diária real de cada vitamina. Essas quantidades servem para cobrir o estado de insuficiência produzido por uma alimentação incompleta, desgaste, excesso de trabalho e gravidez. Em doses normais, constituem todas as vitaminas, juntamente com as proteínas, os fermentos e outros elementos, «as substâncias fundamentais» da vida tão importantes na estrutura e regulação do metabolismo. Já dissemos que os chamados processos de refinação e aperfeiçoamento, entre eles a cocção e a conserva, levam a uma perda de vitaminas muitas vezes em proporção.

Reconstituintes naturais param a fraqueza do sistema nervoso

Reconstituintes naturais param a fraqueza do sistema nervoso

Ao chegarmos aqui, há que insistir, mais uma vez, nas especiais propriedades dietéticas da levedura, do leite e do mel para todas as pessoas que sofrem de debilidade ou doenças do sistema nervoso. Muitos destes doentes têm comprovado a capacidade curativa destes alimentos simples e naturais, quando, impondo-se também uma vontade firme e decidida , tomaram diariamente meio litro de leite, algumas colheres pequenas de levedura seca e de mel misturadas, durante algum tempo ou com carácter permanente, em vez dos excitantes ou drogas consumidos em quantidade excessiva. As características especiais destes alimentos já foram enunciadas na primeira parte deste livro. As correspondentes formas de preparação encontram-se nas receitas 7,.

Alface

Alface

A alface (Lactuca sativa) em todas as suas formas de cultivo pertence à família das Compostas. Emprego como sedativo nervoso A alface tem fama de actuar como sedativo dos nervos e preparar um sono tranquilo. Esta antiquíssima observação torna-se-nos hoje bastante compreensível, pois a análise química dá-nos um elemento activo, semelhante ao ópio, e que portanto actua como sedativo, somnífero e redutor da tosse; além disso, tem efeito sobre as convulsões devido ao seu teor em pequena quantidade de hiosciamina, também já comprovado. A enorme multidão de pessoas superexcitadas e, por conseguinte, também de insones, deviam nem que fosse só por este motivo, incluir obrigatoriamente na refeição da noite a.