Pimentos

Pimentos

O pimento (Capsicum annuum) também se chama pimento espanhol por terem sido os espanhóis que o espalharam por toda a Europa no século XVI. É originário da América tropical. Os frutos apresentam grandes diferenças entre si no que diz respeito à forma, tamanho, cor e especialmente pelo teor e classe do seu princípio activo, a picante capsaicina. Com o nome de pimento comum ou pimento doce conhece-se uma variedade de sabor suave, frutos de grande tamanho, verdes e muito saborosos, que se emprega como refrescante. Quando esta variedade chega à maturidade, o seu gosto torna-se picante. Outra variedade doce, de cor vermelho-escura, forma um esquisito prato podendo também comer-se crua..

Azeitona e o seu azeite

Azeitona e o seu azeite

Diz um adágio antigo que o azeite tira todo o mal, indicando assim o que ele representa para o homem. A oliveira (Olea europaea) é uma árvore que atinge de 6 a 10 metros de altura com abundantes ramificações. Actualmente, cultivam-se numerosas variedades de oliveira: na Península Ibérica, nos países mediterrânicos, na Califórnia, na União Sul-Africana e no sul da Austrália. A cultura da oliveira é muito antiga. Os Sumérios, os primitivos habitantes do sul da Babilónia, já conheciam a oliveira, no ano 4.000 antes da nossa era; os Egípcios também mencionam o azeite da oliveira no Papiro de Eber, três milénios antes da Era Cristã. Composição das azeitonas As.

Alho

Alho

O alho (Allium sativum), pertencente à família das Liláceas, procede da Europa Meridional e do Oriente. É planta de cultivo antiquíssimo e já gozava de consideração na antiga medicina indiana. Composição e Propriedades Em toda a planta e na proporção de 0,005 a 0,009 % apresenta-se o óleo essencial enxofrado do alho com 6 % de alilpropilbisulfureto, 60 % de aliltrisulfureto e pequenas quantidades de aliltetrasulfureto. Estas combinações de enxofre são a causa da eficácia do alho o elemento activo mais importante foi descoberto há poucos anos, em 1944, como substância oleaginosa e foi chamada alicina. Esta produz um cheiro forte e possui uma forte acção bactericida. Em 1947 conseguiu-se.

Hera-Terrestre

Hera-Terrestre

A hera-terrestre (Glechoma hederacea) encontra-se em Trás-os-Montes, Minho e Beira, em lugares húmidos e sombrios. Em Maio e Junho, extraem-se do solo as plantas em flor, limpando-as de raízes e de terra e recolhendo-as em cestos. As plantas que têm galhas (excrecências carnosas) não se podem aproveitar. Secam-se em lugares à sombra e ventilados, colocando as folhas numa só camada. Deve conservar-se a cor da planta. A folha cheira a especiaria e tem um sabor amargo. Conserva-se em saquinhos. Composição e propriedades Corno substâncias activas encontraram-se ato hoje: 0,06 % de um óleo essencial verde escuro, resina, cera, 3 % de gordura, 2,5 % de açúcar e tanino. Pelo seu.