O leite na alimentação das grávidas

O leite na alimentação das grávidas

Naturalmente, o leite exerce uma considerável função na nutrição das grávidas. Nesse estado, o organismo está em piores condições para produzir proteínas e gorduras. Por isso, torna-se conveniente uma mistura natural de gorduras e proteínas como é o leite. O conteúdo em cálcio também considerável. O cálcio, além disso, torna-se conveniente pelos seus efeitos antiespasmódicos sedantes e anti-inflamatórios. O leite de boa qualidade, isto é, selecionado, contém também em quantidade suficiente a vitamina D2 reguladora do metabolismo do cálcio e fósforo, tão importante para a mãe como para o filho.

Os primeiros dias da criança

Os primeiros dias da criança

A primeira mamada costuma ser efetuada passadas vinte e quatro horas depois do nascimento. Em primeiro lugar, o recém-nascido toma o colostro em que se encontram os elementos nutritivos numa concentração muito elevada, contendo grandes quantidades de proteínas, gorduras, glícidos, sais e substâncias defensivas para o organismo. Quase sempre é suficiente esta quantidade para as necessidades alimentares da criança que, por assim dizer, regula «automaticamente» o leite. Estão, portanto, completamente enganadas as mães que, com medo de estarem a alimentar deficientemente os filhos, lhes começam a administrar, logo desde os primeiros dias, uma alimentação estranha. Quando muito, pode dar-se um pouco de água de chá adoçada com sacarina, numa colherinha,.