Anis

Anis

A família das Umbelíferas proporciona-nos o anis ou erva doce (Pimpinclla anisum), originária do Oriente, sendo cultivado e às vezes subespontâneo em Portugal. O anis figura entre os mais antigos medicamentos. Já Pitágoras louvava a sua influência. Nos estudos hipocráticos aparece tratado com frequência. Logo que os talos se tornam amarelos, cortam-se os cachos de flores, atam-se e dependuram-se ao ar para secar. Decorrido algum tempo, podem obter-se os frutos, sacudindo-os. O clima duro e húmido, assim como a zona costeira, não são lugares próprios para o seu cultivo. O melhor é cultivá-lo em solo de boa qualidade e predominantemente leve. Estrumar o campo, mas antes de se formarem os.

Pimentos

Pimentos

O pimento (Capsicum annuum) também se chama pimento espanhol por terem sido os espanhóis que o espalharam por toda a Europa no século XVI. É originário da América tropical. Os frutos apresentam grandes diferenças entre si no que diz respeito à forma, tamanho, cor e especialmente pelo teor e classe do seu princípio activo, a picante capsaicina. Com o nome de pimento comum ou pimento doce conhece-se uma variedade de sabor suave, frutos de grande tamanho, verdes e muito saborosos, que se emprega como refrescante. Quando esta variedade chega à maturidade, o seu gosto torna-se picante. Outra variedade doce, de cor vermelho-escura, forma um esquisito prato podendo também comer-se crua..

Coentro

Coentro

Entre as Umbelífcras, encontra-se também o coentro (Coriandrum sativum), cultivado e subespontâneo entre as messes e campos de quase todo o Portugal. O coentro semeia-se directamente de Março a Abril em filas de 25cm de separação. O peso de mil sementes é de 9,1 a 9,8 g; a capacidade de germinação é de 77 % em média; germinação em duas ou três semanas. Para 100 m2 calculam-se 250 g de semente, sendo a colheita nessa mesma extensão de uns dez a vinte quilos. Quando os frutos começam a amadurecer cortam-se as plantas ou então debulham-se ou expõem-se ao sol sobre panos até os frutos caírem maduros. O coentro seco é.

Beringela

Beringela

As beringelas {Solanum melongena) são parentes próximos do tomate. Supõe-se que a sua pátria de origem foram as índias Ocidentais e cultivam-se hoje abundantemente no Sul da Europa e nos trópicos. Características e emprego Os frutos empregam-se para saladas, ou então fritos, cortados às rodelas, recobertos ou não. A polpa, de cor amarela-esverdeada, torna-se tão suave e delicada quando é cozida ou assada que se desfaz na língua. Contem apenas algumas fibras indigeríveis e tem um aroma agradável. No que diz respeito ao conjunto da sua composição nutritiva, é bastante parecida com a abóbora. Contém 1,3% de proteínas, 0,2 % de gorduras, 4,8 % de hidratos de carbono e 92.

A importância dos frutos secos

A importância dos frutos secos

Embora, desde há séculos se considerem os cereais como os alimentos vegetais mais importantes e influam por isso consideravelmente na nossa alimentação, há que recordar que anteriormente predominava a alimentação com frutos de árvores e que as nozes e as castanhas também desempenhavam um papel importante. Se são as gramíneas ou as árvores que proporcionam uma nutrição mais valiosa, é coisa que ainda hoje se não pode decidir sob o ponto de vista científico. Os frutos das árvores e entre todos eles os de tipo da noz exercem em todo o caso uma importante função na cozinha vegetariana. São, portanto, muito necessários, uma vez que com os legumes secos constituem.