Conserva em mel

Conserva em mel

A conserva de frutas frescas em mel ou xarope de açúcar concentrado é um dos métodos de conserva mais antigos, mas mais saborosos. Deve fazer-se maior uso deste método simples e biologicamente perfeito para a conservação de bagas e de frutos de caroço.

Regime de cura para as doenças cutâneas

Regime de cura para as doenças cutâneas

O anteriormente exposto demonstrou que a base para o tratamento das doenças da pele é um regime alimentar apropriado, caracterizado por: 1. Pobreza em sal. 2. Pobreza em proteínas animal. 3. Falta de gordura animal. 4. Riqueza em vitaminas e fermentos. 5. Riqueza em minerais básicos, sobretudo cálcio. Não importa apenas ter em conta um fator isolado da alimentação, por exemplo o sal, como acontece com tanta frequência. O regime deve conter sempre alimentos crus nas suas diversas formas: por exemplo, dietas rigorosas de sumos de frutas e hortaliças, alimentos exclusivamente vegetarianos e a combinação destes com leite e produtos lácteos. Um regime curativo estrito, traçado segundo as últimas experiências,.

Fígado

Fígado

Doenças hepáticas e o seu tratamento geral Encontramos hoje frequentes alterações nas várias funções hepáticas: secreção da bílis, defesa anti-infecciosa, funções anti-tóxicas, regeneração do sangue, processos de formação e desintegração no metabolismo de proteínas, açúcares ou gorduras. As possibilidades de perturbação do metabolismo do fígado, esse grande e complicado laboratório do corpo humano, são tão numerosas que provavelmente só as conhecemos numa pequena parte. No regime de cura dai enfermidades hepáticas, ocupa hoje lugar de destaque a alimentação ou plano dietético oportunos. Todas as doenças do fígado começam com um metabolismo defeituoso e o melhor modo de influir nesta função é a alimentação. A maior parte dos actuais medicamentos de.

Regime cru

Regime cru

Salada de maçãs e laranjas Descascam-se as maçãs e as laranjas, curtam-se às rodelas, deita-se–lhes açúcar e põem-se em camadas sobrepostas. Tiram-se cuidadosamente as sementes das laranjas. Deixa-se a salada durante algum tempo até ficar bem embebida. Se não ficar bastante sumarenta, pode juntar-se-lhe um pouco de sumo de maçã. Para terminar, polvilha-se com uma colher grande de germes de trigo ou de noz ralada. Salada de maçãs e de banana Cortam-se em partes iguais às rodelas maçãs e bananas, colocam-se em camadas alternas numa travessa funda e junta-se sumo de maçã. Se se empregarem bananas secas, põem-se em água de véspera, deitando depois esta água na salada com um.

Sumos frescos

Sumos frescos

De legumes, verduras e ervas de cheiro: Entre os nossos legumes e verduras silvestres prestam-se à obtenção de sumos frescos os seguintes : alho, tanchagem, urtiga, agrião, alface, hera, cerefolho, mastruço, dente-de-leão, azedas, mil-em-rama e agrião de horta. Podem aproveitar-se em sumo as seguintes especiarias. Borragem, estragão, funcho, rábano, salsa, alho mourisco, aipo e cebola. Depois de uma lavagem muito cuidadosa e de se terem extraído todas as partes defeituosas, deixam-se escorrer e espremem-se. Se não se dispuser de um espremedor, basta uma máquina de picar carne, passando-se depois a massa por um coador de pano. É também eficaz o emprego de um espremedor ou batedora eléctrica. O sumo guarda-se.