Esterilização

Esterilização

Mediante o processo de esterilização podem conservar-se verduras silvestres e sucos de ervas. As primeiras esterilizam-se exactamente como os espinafres e outras verduras. As ervas passam-se por um espremedor de sumos ou, no caso de se não dispor deste, passam-se várias vezes pela máquina de picar carne, filtrando o sumo através de um pano. É claro que é melhor e mais rápido com uma centrifugadora eléctrica. Uma vez clarificado o sumo pela filtração, enchem-se cuidadosamente garrafas e frascos que se fecham pela forma mais corrente, e esterilizam-se como os sucos de fruta (num mínimo de vinte minutos a 80°). Como nestes casos se trata de um sumo extremamente concentrado, só.

Conserva em azeite

Conserva em azeite

É possível conseguir a conserva de ervas também em azeite. Para isso são bons todos os condimentos de folha e raiz, separadamente, em determinadas misturas. As ervas, depois de bem lavadas e escorridas, picam-se e colocam-se soltas em garrafas pequenas ou frascos. Deita-se-lhes depois azeite puro até que as ervas fiquem ensopadas e recobertas. As garrafas fecham-se com rolhas de cortiça, celofane e cápsulas de borracha.