Alho-Porro

Alho-Porro

O alho-porro (Allium porrum) é cultivado largamente em toda a Península Hispânica. O pequena bolbo, de escassa reprodução, dispõe de um grande número de raízes fibrosas e brancas, sem ramificações na terra. Folhas grandes, lineares e de nervuras longitudinais rodeiam os bolbos que ficam enterrados no chão. A partir de Junho extraem-se do solo os bolbos com folhas e talos. Para o Inverno, colocam-se as plantas em lugar protegido, ao ar livre ou no sótão. Como a planta se tem de manter fresca para o seu consumo imediato, não é recomendável a dessecação. Composição e propriedades A matéria activa principal é um óleo enxofrado o essencial (óleo de alho) que,.

Beterraba

Beterraba

A beterraba vermelha (Bela vulgaris cruenta rubra) é uma variedade de beterraba comum. A sua raiz grossa e carnuda contém um suco vermelho sanguíneo. Composição A beterraba apresenta um teor de hidrocarbonatos de 6 a 9%, figurando entre eles sacarose, frutose e rafinose; embora pese ao seu escasso teor em proteína (de 1.10 a 1,8 %), a verdade é que figuram nele os aminoácidos de grande valor biológico: asparraguina, glutamina e glucocola. e um excesso de bases, devido ao seu teor em potássio, sódio, magnésio e cálcio; também se conhece a presença de dois metais raros (rubidio e césio), cujo significado biológico ignoramos completamente. Há que ter também presente o.

Fígado

Fígado

Doenças hepáticas e o seu tratamento geral Encontramos hoje frequentes alterações nas várias funções hepáticas: secreção da bílis, defesa anti-infecciosa, funções anti-tóxicas, regeneração do sangue, processos de formação e desintegração no metabolismo de proteínas, açúcares ou gorduras. As possibilidades de perturbação do metabolismo do fígado, esse grande e complicado laboratório do corpo humano, são tão numerosas que provavelmente só as conhecemos numa pequena parte. No regime de cura dai enfermidades hepáticas, ocupa hoje lugar de destaque a alimentação ou plano dietético oportunos. Todas as doenças do fígado começam com um metabolismo defeituoso e o melhor modo de influir nesta função é a alimentação. A maior parte dos actuais medicamentos de.

Fundamentos da acumulação de gordura

Fundamentos da acumulação de gordura

Não vamos falar aqui da obesidade causada evidentemente pela inatividade e superalimentação, isto é, devida à falia de movimentos e ao consumo excessivo de alimentos ricos em gorduras e que portanto, só se pode corrigir mediante mais trabalho corporal e mais parca alimentação. As nossas reflexões vão mais dirigidas para os numerosos enfermos que, apesar de realizarem um forte exercício físico e comerem pouco, acumulam, contudo, quantidades molestas de gordura. As gorduras ingeridas com os alimentos passam momentaneamente sem transformação pelo estômago (como todos sabem, consumidos em grande quantidade tornam o estômago pesado), e é só no duodeno que se transformam numa fina emulsão sob a influência da bílis e,.

Alcachofras

Alcachofras

Com o nome de alcachofras designam-se as cabecinhas floridas verdes e ainda incompletamente desenvolvidas de uma espécie de cardo (Cynara cardunculus L. ssp. Scolymus), pertencente à família das Compostas, que se cultiva em toda a bacia do Mediterrâneo, mas especialmente na Espanha e na França. Não há dúvida de que os povos do Mediterrâneo já usavam há séculos como alimento esta planta no estado silvestre, devido às suas qualidades nutritivas, às suas brácteas e aos seus receptáculos carnudos. Composição e propriedades Na análise das substâncias que compõem as cabecinhas, encontrou-se inulina, açúcares, tanino e os fermentos inulase, invertase e coalho. Entre as vitaminas encontram-se em 100 g de substancia fresca:.