Alimentação artificial

Alimentação artificial

Quando por diferentes razões se deve implantar a alimentação com o biberão, tem de ser feita com os maiores cuidados, necessários em absoluto para alimentar «artificialmente» a criança. Antes de mais, é necessária a mais rigorosa limpeza na preparação do alimento, assim como é necessário evitar toda a modificação necessária nas diversas espécies de alimentos a empregar. Toda a ciência de alimentação artificial consiste precisamente em tratar de conseguir uma alimentação a mais parecida possível com a natural. Emprega-se geralmente leite de vaca, mas também de ovelha e de cabra, embora esta última possa produzir anemia. Na composição comparada do leite de vaca e da mulher existem algumas diferenças, como.

Tramazeira

Tramazeira

A tramazeira, também conhecida por cornogodinho (Sorbus aucuparia), pertence à família das Rosáceas. Encontra-se na regiões montanhosas de Trás-os-Montes, das Serras do Gerês, da Estrela e de Teixoso, e no distrito de Castelo Branco. Quando as suas bagas estão vermelhas e portanto maduras, cortam-se os cachos em umbela inteiros. Em casa, separam-se as bagas dos seus pedúnculos. Quando não se aproveitam frescas, secam-se durante alguns dias à temperatura ambiental debaixo de telha, submetendo-se depois a calor artificial até ficarem absolutamente secas. O mais prático é guardá-las em sacos, que devem ser vistoriados de tempos a tempos. O cultivo da tramazeira foi aumentando de importância nos últimos anos, sobretudo desde que.

Escarcha (conserva em açúcar)

Escarcha (conserva em açúcar)

As flores da perfumada violeta, tal como as da borragem, podem escarchar-se. As flores são lavadas, escorridas e molhadas numa solução de açúcar quente; põem-se a secar depois num papel poroso ou num prato de louça.

Pastelaria

Pastelaria

Pastelinhos de anis 250 g de açúcar, Ires ovos, 250g de farinha, duas colheres grandes de anis. Bate-se o açúcar com o ovo, durante meia hora, juntando a farinha e o anis. Fazem-se da massa pequenos montes que se colocam numa chapa untada com gordura. Deixam-se repousar umas horas, ou mesmo durante toda a noite, levando-os depois ao forno a fogo lento. Pastel de amoras Reveste-se o fundo de uma forma com uma massa apropriada a gosto ou com a massa. Deita-se sobre ela uma camada de amoras açucaradas que se cobre com outra de massa muito fina, tendo o cuidado de deixar alguns orifícios para escape do vapor e põe-se.

Conserva em mel

Conserva em mel

A conserva de frutas frescas em mel ou xarope de açúcar concentrado é um dos métodos de conserva mais antigos, mas mais saborosos. Deve fazer-se maior uso deste método simples e biologicamente perfeito para a conservação de bagas e de frutos de caroço.