E agora, para facilitar à dona de casa a sua tarefa cheia de responsabilidade e de tão grandes consequências, há que ter em conta as seguintes regras, que solucionam os problemas até aqui apresentados:

1. Todas as refeições devem começar com alimentos crus, conforme o permitir a época do ano. A nossa nutrição exige que estes alimentos constituam, como mínimo, a décima parte do regime total.

2. Uma alimentação em que predomine farinha integral, leite e produtos lácteos, nozes, frutas, legumes, verduras, tubérculos e raízes raladas, batatas cozidas sem as descascar, frutos tropicais, pão integral e azeite vegetal extraído a frio, considerando completamente ocasional a carne, o peixe, os ovos e os legumes secos — tudo isto conserva o homem são e aumenta-lhe a capacidade de rendimento.

3. Uma alimentação que consista predominantemente em produtos cozidos, carne, gorduras consistentes animais e vegetais, batatas cozidas descascadas, conservas, pastas, sémolas, farinha branca, arroz branco, pão branco, açúcar branco, sal branco, chá, café e muito pouco leite — é uma nutrição sem nenhum valor, que a longo prazo leva a alterações enfermiças crónicas. São estas a base para a formação de alterações celulares (cancro) e o ambiente mais propício para a criação e multiplicação de bactérias nocivas à saúde.

4. A única medida para calcular pessoalmente se a alimentação é apropriada é constituída pelo bem-estar e capacidade de rendimento, e não pelos quadros de calorias nem pelos sistemas de alimentação.

5. A simplicidade e a moderação na alimentação são normas que nenhuma teoria nem doutrina alimentar têm podido destruir.

6. Para comer é necessário tempo e esse tempo deve dedicar-se à mastigação. Por isso, a alimentação deve incluir algo que se mastigue. O pão integral, as nozes e as frutas devem recomendar-se cuidadosamente.

7. Só os alimentos naturais crus é que são autênticos alimentos.

8. A quantidade de consumo de sal está numa proporção inversa com a qualidade dos alimentos. Para um alimento que conserva todo o seu valor, o juntar-lhe sal não só é supérfluo como tambem prejudicial. Os alimentos naturais contêm quantidades suficientes de sódio e de cloro, os dois elementos componentes do sal.

9. O olfacto intervém na comida; o aroma e o gosto dos alimentos influem na sua qualidade e na sua utilidade.

10. O profundo respeito para com a natureza implica um profundo respeito pelas maravilhas da alimentação e suas consequências.

Quem depois destas explicações necessárias sobre as insuficiências do nosso actual método de alimentação se der ao trabalho de me seguir no mundo maravilhoso, variado e misterioso de cada um dos nossos alimentos, obterá para si e para os seus uma fortuna. Nisso será auxiliado pelo depósito inesgotável da natureza e pelo espírito que a anima.

Antes de nos dedicarmos a cada um dos vários alimentos, daremos alguns esclarecimentos sobre um problema fundamental. É necessária uma colaboração cheia de compreensão entre médicos, bromatólogos, agricultores, criadores de gado, químicos, se quisermos realmente chegar a uma solução satisfatória do problema de obter uma alimentação racional. Em todo o caso, fica de pé a velha verdade de que as plantas, os animais e os homens só se podem desenvolver e manter-se sãos num solo também são. É nosso propósito principal aproveitar, dentro dos limites impostos pelas leis naturais, as possibilidades que nos oferece o trabalho e o solo, o cultivo das plantas e a criação de animais para participarmos realmente na grande obra criadora da natureza e chegarmos a obter uma verdadeira agricultura de exploração da natureza.

Mas se pretendermos apenas aproveitar as relações biológicas sem respeitar a lei natural e pensarmos apenas no benefício a obter, então a natureza voltar-se-á contra nós mesmos, respondendo-nos com a infertilidade do solo e com as doenças das plantas, dos animais e do homem.

Em todas as medidas agrícolas há que ler sempre presente que hão-de servir não só para produzir a quantidade necessária de alimento como também para melhorar a sua
qualidade e aumentar o seu valor biológico.

Se, porém, o cultivo das plantas, a obtenção de alimentos nas hortas, nos campos e nos rebanhos se efectuarem conforme as leis biológicas básicas, então, de uma terra sã surgirá uma vida sã.

Comentários