Puré de maçã

500g de maçãs, litro e meio de água, um pedaço de pau de canela, açúcar ou mel, conforme o gosto, uma colher grande de farinha de batata, uni copo de sumo de fruta.
As maçãs cortadas aos pedaços cozem-se em água com a canela. Passam-se depois por um coador, cozer-se a pasta uma vez mais e tempera-se com um pouco de açúcar ou mel. Depois de bem remexida a
farinha de balata com o sumo da maçã, deita-se na sopa e põe-se de novo a ferver. Antes dc servir, remexem-se quatro colheres grandes de gérmens de trigo.

Puré de amoras

Um litro de sumo de amoras, duas colheres grandes de farinha de batata, alguns pedaços de maçã ou pão torrado. Ferve-se o sumo, engrossa-se com a farinha previamente batida
e deixa-se cozer. Ao servir-se, juntam-se-lhe os pedaços de maçãs cozidos com sumo ou o pão torrado.

Puré de rosa silvestre

150 g de casca de rosa silvestre fresca ou 65 g de rosa silvestre seca, um litro e um quarto de água, um pouco de canela, 50 a 60 g de açúcar, uma colher de farinha de batata, uma colher grande de passas de Corinto e umas cascas de limão.
Põem-se as rosas silvestres a cozer cm água com um pouco de canela. Passam-se depois por uma peneira fina e, se for necessário, dilui-se a pasta num pouco de água. Coze-se então a sopa, acrescenta-se o açúcar, a farinha de batata, previamente batida, as passas e as cascas de limão, as rosas silvestres secas e coze-se tudo muito bem. Põem-se
de molho as rosas silvestres secas desde a véspera e a água aproveita-se para a cocção.

Puré de arandos

500 g de bagas dc arandos, um litro de água. meio pau de canela, um pouco de casca de limão ralada, mel ou açúcar, conforme o gosto, pedaços de biscoito ou de pão torrado, ou flocos de cereais.
Põem-se os arandos ao lume com água, açúcar, canela e casca de limão, c cozem-se rapidamente várias vezes. Colocam-se depois pedaços de biscoito ou de pão integral e flocos de cereal e derrama-se a sopa em cima deles. Servir muito quente.

Puré de sabugueiro

500 g de bagas de sabugueiro, um litro de água. 30 g de farinha de balata, um pouco de casca de limão, açúcar ou mel, a gosto. Cozem-se as bagas, cuidadosamente escolhidas e limpas, com alguma casca de limão, em água, passa-se tudo por uma peneira e volta a cozer. Engrossa-se depois a sopa com farinha dce batata já remexida num oitavo de litro de água fria.

Puré de leite e sabugueiro

300 g de bagas de sabugueiro, um litro de leite. 40g de farinha, um ovo, açúcar e sal à discrição.
Cozem-se as bagas lavadas e sem talo em meio litro de leite e passam-se por uma peneira. No mesmo recipiente deita-se meio litro de leite com açúcar, sal e farinha mexidos em água para a cocção, acrescentando o leite com o sumo das bagas de sabugueiro e engrossando-o com uma gema de ovo. Sobre as sopas ainda quentes colocam-se montes de clara balida em ponto de neve, deixa-se repousar, polvilha-se com açúcar e serve-se sopa fria.

Puré de cereais

250 g de cerejas ácidas ou 375 g de cerejas doces, cinco caroços de cerejas esmagados, um pedaço de casca de limão, um litro de água, açúcar à discrição e uma colher grande de farinha de balata.
Tiram-se os caroços ás cerejas bem lavadas e esmagam-se cinco caroços. Desfaz-se o caroço interior. Cozem-se as cerejas, os caroços esmagados o a casta de limão em água açucarada; tiram-se as cerejas com a escumadeira. engrossa-se o sumo com farinha de batata, condimenta-se a sopa e serve-se com as cerejas quentes ou frias. (Pode enfeitar-se com clara de ovo balida cm ponto de neve).

Puré de ameixas

375 g de ameixas, um litro de água, açúcar à discrição, um pau de canela, um pouco de rasca de limão.
As ameixas sem caroço põem-se com os outros ingredientes na água fria e cozem-se. Serve-se em cirna de pedaços de biscoito, flocos torrados ou de bolachas de farinha integral.

Puré de marmelo

Põem-se a cozer com a casca aberta 500 g de marmelos. Passam-se depois por uma peneiro e dilui-se a pasta com água ou sumo de maçã, até se obter um litro de liquido. Depois de a sopa ter sido açucarada e de se lhe ler juntado um pedaço de casca de limão, coze-se mais uma vez e deita-se em cima de pedaços de biscoitos.

Puré de ruibarbo

Lavam-se 500 g de ruibarbo, cortam-se o põem-sc a cozer num litro de água a que se adicionou caricia ou baunilha. Mexe-se depois muito bem unia colher grande de farinha de batata em água fria, que se junta, coze-se brevemente e açucara-se conforme o paladar

Comentários