Substituição de alimentos duros por brandos

Substituição de alimentos duros por brandos

Necessidade de mastigação A ideia de oferecer ao corpo uma alimentação o mais preparada possível para lhe evitar esforços e melhor a aproveitar, levou a uma diminuição dos alimentos duros, substituindo-os pelos brandos e, deste modo, a um abandono da mastigação. Precisamente, porém, esta actividade mecânica do sistema de mandíbulas e de dentadura não só é necessária para a conservação de tais órgãos, como o é também para a boa função de todo o processo digestivo. A boa mastigação de alimentos duros (pão integral, frutas, nozes, etc.) constitui, em primeiro lugar, uma massagem ideal das gengivas, criando a disposição para a conservação da capacidade de resistência e da elasticidade dos tecidos gengivais, evitando.

O papel do cozinheiro

O papel do cozinheiro

Quem seguiu com atenção até aqui os artigos anteriores tem de concluir que a maioria das doenças são consequências de uma defeituosa alimentação, isto é, são devidas à própria ignorância e à própria atuação. Isto deve ser convincente e sobretudo deve tornar-se evidente para os cozinheiros, porque são eles, que com o seu trabalho na cozinha decidem sobre o feliz desenvolvimento dos filhos. Tem de conhecer, por isso, os princípios fundamentais da alimentação completa e sã e as características dos alimentos a empregar como meios para se conseguir uma vida verdadeiramente higiénica. Tem de saber onde deve terminar o emprego de uma determinada técnica culinária, como por exemplo o calor,.

Excesso de condimentos e produtos químicos

Excesso de condimentos e produtos químicos

Razões para o uso moderado de condimentos  Com o considerável intercâmbio de mercadorias de toda espécie entre os vários países, também se conseguiu infelizmente um primeiro lugar entre nós para as especiarias exóticas, que só têm aplicação real nos trópicos, deslocando quase completamente e sem razão as ervas e os condimentos de cada país. Quem só sabe dar sabor a um prato com especiarias exóticas (curry, gengibre, cravo, pimenta, canela) mostra, pelo menos, o seu desconhecimento da arte e da «cultura» culinárias. Como a cocção destrói ou altera muitos dos elementos do sabor, não é de estranhar que os alimentos cozinhados sejam insípidos por si mesmos e que não excitem o.

Excesso de gorduras animais

Excesso de gorduras animais

Gorduras «refinadas»  O abandono dos azeites vegetais tem tido, como consequência, graves males, o que nos deve obrigar a prestar a maior atenção a uma sã alimentação com as gorduras. Os adultos necessitam, diariamente, de 50 a 80g de gordura. Esta quantidade preenche-se, geralmente, com manteiga, gordura de carne, gordura vegetal consistente (azeite, óleo de coco, de palma) e margarina. São todas elas gorduras «consistentes»; sob o ponto de vista químico muito saturadas é, por isso, difíceis de transformação nos processos metabólicos. Pressupõem o perigo de se irem depositando, inconvenientemente, nas camadas inferiores da pele, sendo, assim, a origem da obesidade. Todos os azeites fluidos considerados quimicamente são mais ou menos.

Substituição de alimentos crus por cozidos

Substituição de alimentos crus por cozidos

Experiências significativas  O efeito da substituição de alimentos crus ou frescos por alimentos cozidos foi muito discutido e levou a grandes divergências e a normas de nutrição bastante extremadas e estritas. Especialmente, causaram notável impressão os ensaios sobre comida cozida, dando lugar a numerosas comprovações. Posição eclética  Não podemos deixar de reconhecer que a panela na cozinha não trouxe só males, mas também vantagens. Mediante o processo da cocção puderam aproveitar-se, pela primeira vez,numerosos produtos naturais para a alimentação humana, o que implicou uma considerável ampliação da alimentação básica. A cocção facilita ao intestino a absorção dos alimentos e evita-lhe assim parte do seu trabalho, ou é a única maneira de.