O nutricionista considera eficaz o emprego da vitamina B1 nos diabéticos, por produzir efeitos semelhantes aos da insulina. Não pode, decerto, substituir a insulina; mas é provável que facilite em alto grau o acesso da insulina às células orgânicas. Também a vitamina E exerce o efeito de reduzir a quantidade de açúcar no sangue, como se demonstrou experimentalmente, embora ainda não esteja totalmente explicado o mecanismo de acção. Como os gérmens de trigo constituem uma combinação natural destas matérias activas, o seu valor dietético para a diabetes é extraordinário. Com um consumo diário de quatro a cinco colheradas grandes cheias de gérmens de trigo, reduz-se nitidamente o excesso de açúcar presente no sangue e na urina. Por conseguinte, o gérmen de trigo actua na diabetes leve e média como complemento medicinal, poupando a insulina e normalizando o metabolismo dos diabéticos.

Comentários