Obtém-se o gérmen de trigo, como produto natural inalterado, mediante a moedura do trigo puro. Os gérmens de trigo do comércio são quase sempre gérmens de trigo puros especialmente preparados, mas nos quais praticamente se conserva sem alterar a sua composição natural.
Os gérmens de trigo são minúsculos depósitos naturais de vitaminas, com elevado teor nas do grupo B e na vitamina E (a-tocoferol).Contém também vitamina K, provitamina A e D, a substância ativa cutânea F e a vitamina B12, antianémica, assim como aminoácidos biológicos de grande valor, ácidos gordos não saturados, minerais em combinação orgânica de absorção fácil, entre os quais fosfato a 50%, além de magnésio, manganês, cobalto e cobre, como oligoelementos. Análise: como componentes nutritivos, figuram: 30% de proteínas, 9 % de óleo de gérmen, 38 % de amido e açúcar e 5,5 9ó de minerais. Quanto a elementos activos, em concentração excecionalmente elevada, provou-se a existência de vitamina B1 (aneurina), 1,6 mg%; vitamina B2. (lactoflavina), 0,7mg%; amida do ácido nicotínico, 4,4mg%; vitamina E (tocoferol), 45,5 mg %. Também estão presentes outras matérias activas, como vitamina B6 (adermina), vitamina H (biotina). vitamina H’ (ácido paraminobenzóico), ácido fólico (ácido pantoténico) e numerosas enzimas e auxonas. Sem nos determos a analisar mais minuciosamente os elementos activos enumerados, fica suficientemente claro, pelo que se disse até aqui, que não podemos prescindir cm nenhum caso do gérmen de trigo na nossa alimentação diária, se quisermos evitar lesões e manter-nos saudáveis.

Comentários