Groselhas Negras

Groselhas Negras

Tal como a groselheira vermelha também a groselheira negra (Ribes nigrum) pertence à família das Saxifragáceas. O arbusto atinge dois metros de altura e cresce em toda a Europa setentrional. Composição As groselhas negras são sobretudo verdadeiras fontes de vitamina C; contêm desta vitamina, em cada quilo, 1600 a 2000 mg fazendo assim concorrência a outros portadores da mesma vitamina mais conhecidos, como sejam os limões e as laranjas. Além da vitamina C, contêm outros elementos de eficácia semelhante ao daquela, como citrina (vitamina P) e rulina, às quais se atribui um efeito de reforço dos vasos sanguíneos e defesa contra infecções. Também tem, além disso, um elevado conteúdo de.

Arandos

Arandos

O arando ou erva do monte (Vaccinium myrtillus) pertence à família das Eriáceas. Os arandos são frequentes nas montanhas do Alto Minho, e nas Serras do Marão e Estrela. Os frutos maduros são de cor azul-escura brilhante, com sumo violeta-escuro e muitas sementes pequenas pardas. A cor das folhas permanece inalterada na dessecação e têm um ligeiro sabor adstringente. Conservam-se em saquinhos. Os frutos maduros são colhidos à mão. Guardam-se em baldes ou em cestos; para os secar, estendem-se numa só camada, durante alguns dias. Têm um sabor agridoce e levemente adstringente. Conservam-se em caixas. Há que inspeccioná-los com certa frequência. Composição Nas folhas encontra-se tanino, ácido málico, ácido cítrico.

Berberis

Berberis

O berberis ou uva-espim (Berberis vulgaris) vive no Norte de Portugal em matagais e bosques das zonas montanhosas, florescendo nos meses do Verão. Os frutos constituem bagas grandes e ovais, chatas, em forma de abano, primeiramente verdes e quando maduram vermelhas, com um ponto negro na parte superior, que sustentam duas sementes grandes e cilíndricas. A polpa do fruto produz um sabor ácido, mas agradável e bastante concentrado. A partir do mês de Agosto, cortam-se os cachos inteiros, antes que as bagas estejam completamente maduras. Em casa, desprendem-se as bagas dos talos e deixam-se prontas, o mais depressa possível. Substâncias activas conhecidas até agora: o envólucro da raiz contem alcalóides.

Groselhas vermelhas

Groselhas vermelhas

A groselheira vermelha (Ribes rubrum) é irmã da negra. Espontânea nos matos, encontra-se nas montanhas e apresenta-se com vários nomes. Composição Os médicos medievais apreciavam a groselha, tanto a vermelha como a negra, em todas as doenças agudas dos órgãos digestivos. Isto compreende-se pela sua composição: elevado conteúdo de água (87,4 %), albumina escassa (0,88%), poucos hidratos de carbono (8,5%), poucas matérias minerais (0,63 %) e reduzido número de calorias (46). Pelo contrário, abundante conteúdo de ácidos de fruta (2,5 % de ácidos tartárico, cítrico e malónico), vitamina C (155 mg em 100g) e vitamina B1 (0,08 mg em 100 g).   Emprego como planta medicinal A groselha vermelha em.

Maçãs

Maçãs

A maçã (Pitus malus) já era conhecida e apreciada entre os povos cultos da Antiguidade. Encontramos o seu cultivo tanto entre os Israelitas, Gregos e Romanos, como entre os nossos mais remotos antecessores. Da Idade Média temos numerosos testemunhos que nos informam sobre o alto nível do cultivo da maçã e mais especialmente acerca do cultivo da maçã silvestre. Em numerosos cruzamentos com tipos da Europa, Ásia e Ultramar, apareceram as variedades hoje conhecidas, que passam de 600. Muitos milhões de maçãs proporcionam hoje não só um apetitoso alimento como também uma valiosa matéria-prima para numerosos ramos de indústria, como sejam os fabricos de marmeladas e de sumos. Botânicamente, a.