Bananas

Bananas

As bananas, que se tornaram tão populares entre nós, são o fruto da bananeira tropical (Musa paradisíaca) e da sua forma cultivada (Musa sapientium). A banana é um alimento muito importante nos trópicos e um grande artigo de exportação. Infelizmente, não chegamos a saborear o gosto das bananas amadurecidas em fresco e naturalmente. As de exportação são colhidas verdes, amadurecidas artificialmente nos portos importadores. Mesmo assim, constituem tanto para as pessoas sãs como para as doentes um fruto de qualidade excepcional. Composição Ao passo que o conteúdo em hidratos de carbono da batata consiste, exclusivamente, em amido, a banana madura apenas tem frutose e glicose (açúcar invertido) e nenhum amido. Conteúdo.

Framboesas

Framboesas

A framboesa é conhecida em toda a parte (Rubus idaeus), tendo vários nomes. Os frutos, de excelente sabor, consistem em bagas pequenas de tonalidade amarela, vermelha e esbranquiçada. Durante o Verão, colhem-se as folhas com os seus talos e guardam-se em cestos, deitando fora os descorados. A partir de Junho, colhem-se as bagas, uma a uma. Separam-se com grande facilidade do receptáculo, quando estão maduras. O melhor é depositá-las numa cuba para não se esmagarem. O cultivo das framboesas merece a pena, porque o arbusto exige poucos cuidados e pouca atenção. As variedades cultivadas dão mais fruto e este dá mais sumo que as silvestres. A framboesa reproduz-se por estaca..

A importância dos frutos secos

A importância dos frutos secos

Embora, desde há séculos se considerem os cereais como os alimentos vegetais mais importantes e influam por isso consideravelmente na nossa alimentação, há que recordar que anteriormente predominava a alimentação com frutos de árvores e que as nozes e as castanhas também desempenhavam um papel importante. Se são as gramíneas ou as árvores que proporcionam uma nutrição mais valiosa, é coisa que ainda hoje se não pode decidir sob o ponto de vista científico. Os frutos das árvores e entre todos eles os de tipo da noz exercem em todo o caso uma importante função na cozinha vegetariana. São, portanto, muito necessários, uma vez que com os legumes secos constituem.

Arandos encarnados

Arandos encarnados

A família das Eriáceas fornece-nos arandos encarnados (Vaccinium vitis idaea). Aparecem em turfeiras, de preferência em solos pouco calcários, em prados e bosques. O arando encarnado floresce de Maio a Agosto, formando pequenos arbustos vivazes, cujas bagas se colhem em Julho, em cubas ou cestos. Formam cachos, e tem um sabor levemente ácido; são aromáticos e adstringentes. Composição Como substâncias activas e estruturais, encontram-se em suas folhas arbutina, metilarbutina, ericolina e tanino e nos bagos muitos ácidos de tanino e outros orgânicos.   Modo de actuar e aplicações Como planta curativa, por causa do conteúdo em arbutina e metilarbutina, podem empregar- se as folhas dos arandos encarnados nas inflamações dos.

Faia (Landes Da)

Faia (Landes Da)

A faia (Fagus sylvatica) encontra-se em várias regiões da Península Ibérica, onde tem várias designações. Pertence, como o castanheiro, de que já falámos, à família das Fagáceas. Os conhecidos frutos triangulares de cor parda-avermelhada constituem um alimento muito cobiçado pela fauna dos bosques, sendo infelizmente pouco apreciados pelo homem. Não é aconselhável o consumo de grandes quantidades destas landes, porque produzem, às vezes, dores de cabeça e náuseas. A casca contem fagina, matéria tóxica para homens e animais. O óleo, depois de quente, fica liberto de produtos nocivos e pode empregar-se vantajosamente na cozinha, como qualquer azeite.