Abrunhos

Abrunhos

O frequentemente desprezado abrunheiro (Prunus Spinosa) pertence à família das Rosáceas, dá-se em toda a Península Ibérica, em sebes, matos e lugares pedregosos. Este arbusto tem muitos nomes. Costuma apresentar-se como arbusto espinhoso perene bastante espesso, com a casca quebradiça, cinzento-escura, de mais de dois metros de altura. Os frutos, quase esféricos, sumarentos e de sabor amargo, com um só caroço grande, quando maduros têm uma cor azulada; o interior é polpudo e verde. Colhem-se e empregam-se as flores, seguindo as normas repetidas nas espécies anteriores. Composição Nas sementes, encontram-se geralmente 3 % de amigdalina, óleo gordo e emulsina; nas folhas, um glicósido e nas flores pequenas quantidades de glicósidos.

Sabugueiro

Sabugueiro

O salgueiro (Sambucus nigra), pertence à família das Caprifoliáceas. Encontra-se quase sempre na forma de arbusto ou árvore pequena, de três a seis metros de altura. O tronco possui uma casca parda e acinzentada, quebradiça, nodosa, de odor desagradável. As ramas, redondas, aos pares, uma em frente da outra, estão cheias de uma polpa espessa e branca. Os frutos são bagas de cor negra, violeta, redondas; contêm sumo negro, violeta ou vermelho, duas ou três sementes ovais e pardas. Os cimos cortam-se à tesoura e colocam-se em cestos, estendendo-se depois numa só camada, no chão de um desvão ventilado e sombrio para secarem. Isto não se deve fazer muito devagar,.

Zimbro

Zimbro

Nas zonas montanhosas e elevadas de Trás-os-Montes e Minho aparece o zimbro com frequência (Juniperus communis). É um arbusto perene com ramos a partir do solo. As hastes e os ramos são disformes e torcidos. A casca é irregular e tem uma cor parda avermelhada; a madeira é dura e aromática. As bagas maduras de azul escuro colhem-se no tempo seco, escolhendo-se as mais claras, isto é, com menos impurezas, deitando fora as secas ou verdes. Composição Com respeito a substâncias activas e composição, encontra-se açúcar invertido, gorduras, resina, pectina, ácidos orgânicos, a juniperina (glicósido que tem tanino), inosita, pentosanas e um importante óleo essencial que, por sua vez, contém.

Groselhas Negras

Groselhas Negras

Tal como a groselheira vermelha também a groselheira negra (Ribes nigrum) pertence à família das Saxifragáceas. O arbusto atinge dois metros de altura e cresce em toda a Europa setentrional. Composição As groselhas negras são sobretudo verdadeiras fontes de vitamina C; contêm desta vitamina, em cada quilo, 1600 a 2000 mg fazendo assim concorrência a outros portadores da mesma vitamina mais conhecidos, como sejam os limões e as laranjas. Além da vitamina C, contêm outros elementos de eficácia semelhante ao daquela, como citrina (vitamina P) e rulina, às quais se atribui um efeito de reforço dos vasos sanguíneos e defesa contra infecções. Também tem, além disso, um elevado conteúdo de.

Berberis

Berberis

O berberis ou uva-espim (Berberis vulgaris) vive no Norte de Portugal em matagais e bosques das zonas montanhosas, florescendo nos meses do Verão. Os frutos constituem bagas grandes e ovais, chatas, em forma de abano, primeiramente verdes e quando maduram vermelhas, com um ponto negro na parte superior, que sustentam duas sementes grandes e cilíndricas. A polpa do fruto produz um sabor ácido, mas agradável e bastante concentrado. A partir do mês de Agosto, cortam-se os cachos inteiros, antes que as bagas estejam completamente maduras. Em casa, desprendem-se as bagas dos talos e deixam-se prontas, o mais depressa possível. Substâncias activas conhecidas até agora: o envólucro da raiz contem alcalóides.