Quem seguiu com atenção até aqui os artigos anteriores tem de concluir que a maioria das doenças são consequências de uma defeituosa alimentação, isto é, são devidas à própria ignorância e à própria atuação. Isto deve ser convincente e sobretudo deve tornar-se evidente para os cozinheiros, porque são eles, que com o seu trabalho na cozinha decidem sobre o feliz desenvolvimento dos filhos.

Tem de conhecer, por isso, os princípios fundamentais da alimentação completa e sã e as características dos alimentos a empregar como meios para se conseguir uma vida verdadeiramente higiénica. Tem de saber onde deve terminar o emprego de uma determinada técnica culinária, como por exemplo o calor, antes de se tornar prejudicial. Finalmente, tem de conhecer a fundo as formas de uma preparação agradável e saborosa da alimentação, dando ao consumo desta um ambiente que faça desaparecer o cansaço do dia.

Comentários