Figos

d3c35f55 8dfc 49b6 ae08 f247b3326c28 - Figos

A figueira (Ficas carica) pertence à família das Moráceas. Os figos não são frutos, no rigor do termo, mas sim a polpa das infrutescências.

Nos países da Europa meridional e no Oriente, os figos constituem um alimento nutritivo, tanto frescos como secos. Por outro lado, também são um magnífico remédio dietético e é precisamente por isso que aqui os consideramos.

Composição

O conteúdo em substâncias nutritivas e o seu valor energético são muito parecidos com os das tâmaras, como se pode ver no quadro que apresentamos no fim do estudo sobre os figos. Neste quadro, porém, não se especificam as substâncias que dão valor dietético de primeira ordem aos figos. O elevado conteúdo destes frutos em fibras indigeríveis na sua maior parte e em ácidos de fruta, tornam os figos um dos melhores remédios conhecidos para curar a prisão de ventre, regular o fluxo biliar e como meio facilitador das secreções.

 Valor dietético na prisão de ventre

Nas obstruções intestinais parciais, dar de manhã e em jejum, ou então à merenda, de 150 a 250 g de figos secos, depois de terem estado de remolho, 12 a 24 horas. Igual quantidade se deve administrar nas doenças hepáticas e nos cálculos biliares, mas precisamente nos períodos não coincidentes com ataques agudos destas doenças. Para facilitar a expectoração na bronquite, dar figos desfeitos numa boa infusão bronquial, da qual se deve beber uma chávena, várias vezes por dia.

Conteúdo por 100 g de:

VITAMINAS

Proteínas

Gorduras

Hidratos de carbono

Calorias

A

U.I

B1

B2

C

Mg

Ácido nicotínico mg

Figos secos

3.4

0.8

60

260

60

120

80

5

1.7

Tâmaras secas

1.6

0.4

66

280

200

60

50

0

2.0

 

Comentários