Vias Bilares

Vias Bilares

Tratamento dietético das suas afecções Já de há muito tempo que se conhece o tratamento dietético das doenças das vias biliares, sobretudo da vesícula. De uma maneira geral há que respeitar as seguintes directrizes: 1. O mínimo consumo possível de alimentos e estes em forma de hidrocarbonatos (arroz, flocos de aveia), pois são os que menos estimulam a secreção biliar. Dietas à base de infusões e de sumos entre um e três dias. Simultaneamente infusões de macela todos os dias. 2. Vencidos os sintomas de inflamação, juntar à sopa de arroz ou de flocos de aveia, um pouco de gordura (manteiga ou margarina vegetal), mas não albumina. Todos os dias.

Remédios sintomáticos do reumatismo

Remédios sintomáticos do reumatismo

Primeiro, foi antes de tudo o mais o ácido salicílico e seus derivados químicos e depois o piramidon que, só ou com outros calmantes, se empregava para combater as manifestações reumáticas. Têm, porém, efeitos secundários prejudiciais. Despertou grande interesse o específico irgapirina, em que se combinava o piramidon, de rápida eliminação, com a substância de expulsão mais lenta, a butazolidina. Conseguia-se, assim, um efeito analgésico e anti-inflamatório mais prolongado. Apareceu depois a cortisona, uma hormona supra-renal que primeiro se louvou como um verdadeiro portento. Sabe-se hoje que só é eficaz enquanto se consome e que, como efeito secundário mais grave, possui o de se opor à reação defensiva local do.

Natureza da doença

Natureza da doença

Em termos gerais, a diabetes é uma doença do metabolismo, na qual o organismo não está em condições de assimilar o açúcar da alimentação. No intestino transformam-se em glicose todas as espécies de féculas ingeridas com os alimentos. A glicose procedente do intestino já não se transforma no fígado nem nos músculos dos diabéticos em forma de glicogênio, mas é simplesmente eliminada pela urina. A presença de glicose na urina é o sintoma característico da dita doença. Normalmente, o fígado acumula a glicose ingerida transformando a glicogênio, que, por sua vez, segundo as necessidades do organismo, e por estímulo da adrenalina, é decomposto de novo em glicose, sendo então queimada.

Doenças Cardíacas

Doenças Cardíacas

A apoplexia Em todos os países da esfera cultural de Ocidente se tornam cada vez mais ameaçadoras as doenças do coração e da circulação. Não é para nós uma experiência estranha que um homem, que se julga na posse de todas as suas forças, de repente interrompe o seu trabalho e em poucos segundos seja arrebatado pelas garras da morte. A apoplexia cardíaca é a doença do nosso século. Temos de nos convencer de que só a prudência e a forma de vida razoável evitarão falhas catastróficas das forças do coração ou da circulação, pois estas não se perdem fulminante- mente, mas fazem-se anunciar muito antes pelos transtornos do metabolismo..

Regime adequado para perder peso

Regime adequado para perder peso

Pode recomendar-se o plano seguinte: Principio dietético: procurar uma oscilação deficitária de energia, isto é, aumentar o desgaste e restringir as assimilações. A nutrição deve ser deficiente, não cobrindo o desgaste do corpo. Continuar na subalimentação até se conseguir a perda de peso conveniente. As quantidades mais reduzidas de alimentos consumidos podem lentamente converter-se em costume. 1. Não tomar diariamente mais de 20 g de gordura (incluindo a da preparação dos alimentos), Falando de gordura, apenas nos referimos à manteiga e ao azeite batido a frio. 2. Beber pouco, Ou então meio litro de leite desnatado, uma chávena de infusão de desjejum. 3. Legumes e fruta, ilimitadamente. 4. Os alimentos.