Framboesas

Framboesas

A framboesa é conhecida em toda a parte (Rubus idaeus), tendo vários nomes. Os frutos, de excelente sabor, consistem em bagas pequenas de tonalidade amarela, vermelha e esbranquiçada. Durante o Verão, colhem-se as folhas com os seus talos e guardam-se em cestos, deitando fora os descorados. A partir de Junho, colhem-se as bagas, uma a uma. Separam-se com grande facilidade do receptáculo, quando estão maduras. O melhor é depositá-las numa cuba para não se esmagarem. O cultivo das framboesas merece a pena, porque o arbusto exige poucos cuidados e pouca atenção. As variedades cultivadas dão mais fruto e este dá mais sumo que as silvestres. A framboesa reproduz-se por estaca..

Nêsperas

Nêsperas

Estes frutos têm um sabor bastante áspero. Contêm no seu interior cinco caroços e no estado silvestre são práticamente incomestíveis. Quando, porém, são submetidos a temperaturas baixas ou permanecem durante várias semanas conservados em palha, tomam uma consistência pastosa e adquirem o cheiro característico da fruta e um sabor entre doce e ácido. Por causa do seu elevado conteúdo de pectina não se pode obter o sumo de modo que interesse. A nespereira pode melhorar-se como árvore frutífera mediante enxertos em pereiras, macieira (Pirits), marmeleiro (Cydonia) ou espinheiro branco (Crataegus). As variedades cultivadas são as de fruto grande e conforme a forma chamam-se nêspera-pêra ou nêspera-maçã. Regulador das funções intestinais.

Espinheiro amarelo

Espinheiro amarelo

O espinheiro amarelo (Hippophae rhamnoides) pertence à família das Elaeagnáceas. É um arbusto de muita ramagem e atinge até uns seis metros de altura, com muitos espinhos direitos e com ponta comprida. O melhor método e mais rápido de colher as bagas é cortá-las à tesoura com o seu pequeno talo. Abaixa-se a rama com uma corda, prendendo-a a uma estaca enterrada no chão; ter cuidado, ao inclinar os ramos, pois quebram-se com facilidade no seu arranque. As bagas cortadas deixam-se cair num pano limpo estendido no chão. A reprodução pode efectuar-se por semente, estaca ou renovos radiculares. O solo deve ser o mais calcário possível, húmido e exposto ao.

Groselhas Negras

Groselhas Negras

Tal como a groselheira vermelha também a groselheira negra (Ribes nigrum) pertence à família das Saxifragáceas. O arbusto atinge dois metros de altura e cresce em toda a Europa setentrional. Composição As groselhas negras são sobretudo verdadeiras fontes de vitamina C; contêm desta vitamina, em cada quilo, 1600 a 2000 mg fazendo assim concorrência a outros portadores da mesma vitamina mais conhecidos, como sejam os limões e as laranjas. Além da vitamina C, contêm outros elementos de eficácia semelhante ao daquela, como citrina (vitamina P) e rulina, às quais se atribui um efeito de reforço dos vasos sanguíneos e defesa contra infecções. Também tem, além disso, um elevado conteúdo de.

Amendoim

Amendoim

O primeiro europeu que nos proporcionou uma relação sobre esta leguminosa procedente do Brasil, e cujo nome científico é Arachis hypogea, que desempenhou activamente o cargo de director de minas em Cuba de 1513 a 1524, onde o encontrou abundantemente cultivado. Actualmente também se cultiva nas regiões tropicais e subtropicais da América, na África Oriental e Ocidental e nas índias Orientais. O amendoim apresenta a particularidade de poder amadurecer os frutos debaixo da terra, donde lhe deriva o nome latino (hypogeus = subterrâneo). Nos países civilizados utilizam-se as sementes maduras ou tostadas como alimento saboroso. Composição e propriedades como fruto oleaginoso Mediante pressão a frio (1ª e 2ª extracção) obtém-se.