Naturalmente, o leite exerce uma considerável função na nutrição das grávidas. Nesse estado, o organismo está em piores condições para produzir proteínas e gorduras. Por isso, torna-se conveniente uma mistura natural de gorduras e proteínas como é o leite. O conteúdo em cálcio também considerável. O cálcio, além disso, torna-se conveniente pelos seus efeitos antiespasmódicos sedantes e anti-inflamatórios.
O leite de boa qualidade, isto é, selecionado, contém também em quantidade suficiente a vitamina D2 reguladora do metabolismo do cálcio e fósforo, tão importante para a mãe como para o filho.

Comentários