Alimentos pobres em estimulantes intestinais

Alimentos pobres em estimulantes intestinais

Função das «matérias inertes»  As «matérias inertes» como já dissemos no caso da digitalina, quando tratámos do problema de «substâncias puras ou misturas naturais», têm o seu significado e a sua função. Assim, na digestão, o que não é digerível não é lastro sem valor que tem de ser eliminado; efectivamente, estimula, embora só mecanicamente, as paredes intestinais, excita a função do intestino e actua assim eficazmente contra a prisão de ventre, de que hoje sofre a maior parte dos homens civilizados. A alimentação rica cm substâncias cruas contém sempre suficiente  quantidade de celulose «não-digerível». Uma evacuação intestinal mais rápida e perfeita evita a «putrefacção das proteínas» e, por isso,.

Romãs

Romãs

A romãzeira (Punica granatum), pertencente à família das Mirtáceas, é rara na Europa Central, mas cultiva-se em grande quantidade na Europa do Sul e no Norte de África. É uma das espécies cultivadas desde os mais antigos tempos e empregadas em usos domésticos. Nos textos do antigo Egipto encontra-se mencionada sob o nome de «schedech-it» uma espécie de limonada que se obtinha da polpa da romã, um pouco ácida e refrescante. No Pentateurco regista-se com frequência como os Hebreus, durante a sua peregrinação pelo deserto, dirigidos por Moisés, acharam a falta das romãs e das uvas do Egipto. No templo de Salomão foi usada a romã como motivo decorativo. Também.

A massa de cereais é mais valiosa que o pão

A massa de cereais é mais valiosa que o pão

Desde há algum tempo a esta parte que se está lembrando o valor da massa de cereal, por se haver provado que as populações consumidoras de pão sofrem de mais cáries dentárias do que as que tem como base da sua alimentação a massa cereal. É assombroso verificar que já por si a maioria dos seres humanos preferem a massa. A massa, que geralmente se prepara com leite, tem a valiosíssima característica de compensar a insuficiência dos cereais em cálcio e vitamina A e C. O máximo valor nutritivo é alcançado sem dúvida por uma mistura de grãos, porque assim se completam com os seus efeitos todas as distintas variedades.

Assados e fiambres vegetarianos

Assados e fiambres vegetarianos

Tomates assados 200g de pão integral ou pão branco, 200 g de puré de tomate, 25 g de cebola, meio dente de alho, um punhado de ervas silvestres e de especiaria (salsa, borragem, urtiga, um pouco de salva e de artemísia), dois ovos, de 50 a 100g de manteiga, um pouco de sal e miolo de pão. Embebe-se O pão integral ou branco num puré de tomate, que deve ser o mais espesso possível e pica-se à mão ou mecanicamente com as cebolas, o alho e as ervas silvestres ou de especiaria, para se conseguir uma massa, o mais fina possível. Bate-se esta massa firmemente com os ovos, a manteiga derretida.