Nêsperas

Nêsperas

Estes frutos têm um sabor bastante áspero. Contêm no seu interior cinco caroços e no estado silvestre são práticamente incomestíveis. Quando, porém, são submetidos a temperaturas baixas ou permanecem durante várias semanas conservados em palha, tomam uma consistência pastosa e adquirem o cheiro característico da fruta e um sabor entre doce e ácido. Por causa do seu elevado conteúdo de pectina não se pode obter o sumo de modo que interesse. A nespereira pode melhorar-se como árvore frutífera mediante enxertos em pereiras, macieira (Pirits), marmeleiro (Cydonia) ou espinheiro branco (Crataegus). As variedades cultivadas são as de fruto grande e conforme a forma chamam-se nêspera-pêra ou nêspera-maçã. Regulador das funções intestinais.

Doenças Cardíacas

Doenças Cardíacas

A apoplexia Em todos os países da esfera cultural de Ocidente se tornam cada vez mais ameaçadoras as doenças do coração e da circulação. Não é para nós uma experiência estranha que um homem, que se julga na posse de todas as suas forças, de repente interrompe o seu trabalho e em poucos segundos seja arrebatado pelas garras da morte. A apoplexia cardíaca é a doença do nosso século. Temos de nos convencer de que só a prudência e a forma de vida razoável evitarão falhas catastróficas das forças do coração ou da circulação, pois estas não se perdem fulminante- mente, mas fazem-se anunciar muito antes pelos transtornos do metabolismo..

Salgadura

Salgadura

Salgadura Mediante a salgadura podemos conservar ervas frescas. As folhas ou raízes frescas picam-se, cortando-as o mais possível, não sobre uma tábua mas numa superfície de porcelana ou numa lousa. As ervas picadas misturam-se depois com sal (para 1 quilo de ervas, 150g de sal), apertam-se fortemente em frascos de vidro ou de barro e recobrem-se com uma camada de sal. Fecham-se os recipientes com celofane ou papel-pergaminho e colocam-se em lugares frescos e secos. Assim é possível ter durante o Inverno ervas frescas salgadas como condimentos para saladas. Não é preciso deitar sal nos alimentos quando se cozinham, para não lhes prejudicar o sabor. É de recomendar não pôr.

Regime cru

Regime cru

Salada de maçãs e laranjas Descascam-se as maçãs e as laranjas, curtam-se às rodelas, deita-se–lhes açúcar e põem-se em camadas sobrepostas. Tiram-se cuidadosamente as sementes das laranjas. Deixa-se a salada durante algum tempo até ficar bem embebida. Se não ficar bastante sumarenta, pode juntar-se-lhe um pouco de sumo de maçã. Para terminar, polvilha-se com uma colher grande de germes de trigo ou de noz ralada. Salada de maçãs e de banana Cortam-se em partes iguais às rodelas maçãs e bananas, colocam-se em camadas alternas numa travessa funda e junta-se sumo de maçã. Se se empregarem bananas secas, põem-se em água de véspera, deitando depois esta água na salada com um.

Sabugueiro

Sabugueiro

O salgueiro (Sambucus nigra), pertence à família das Caprifoliáceas. Encontra-se quase sempre na forma de arbusto ou árvore pequena, de três a seis metros de altura. O tronco possui uma casca parda e acinzentada, quebradiça, nodosa, de odor desagradável. As ramas, redondas, aos pares, uma em frente da outra, estão cheias de uma polpa espessa e branca. Os frutos são bagas de cor negra, violeta, redondas; contêm sumo negro, violeta ou vermelho, duas ou três sementes ovais e pardas. Os cimos cortam-se à tesoura e colocam-se em cestos, estendendo-se depois numa só camada, no chão de um desvão ventilado e sombrio para secarem. Isto não se deve fazer muito devagar,.