AIPO

AIPO

O aipo (Apium graveolens) pertence à família das Umbelíferas. Encontra-se em toda Península Ibérica nos terrenos pantanosos e salinos, cultivando-se particularmente as variedades dulce e lusitanicum. Não se pode conhecer a qualidade da semente, pelo que a sua compra é uma questão de boa fé. O cultivo em grande extensão é aconselhado apenas quando o aipo encontrar um solo apropriado num lugar húmido e chuvoso. Composição a propriedades medicinais Nas folhas encontram-se óleo essencial, apiona, inosila, sais; no bolbo: óleo essencial, açúcares, amido, pentosanas, colina, tirosina, glutamina, asparraguina e vitaminas. Ao teor de óleo essencial se deve o seu eleito específico sobre os rins. Os vasos renais dilatam-se e, portanto,.

Regime nas diarreias agudas da criança

Regime nas diarreias agudas da criança

A diarreia habitual (gastrenterite) acompanhada de vômitos (dispepsia) das crianças apresenta-se geralmente como sintoma das infecções das vias respiratórias superiores, da infecção intestinal, da ma alimentação (diarreia por alimentação gorda ou amilácea) ou da hipersensibilização (alergias) ao leite de vaca. A primeira coisa a fazer é suprimir toda a alimentação e manter a criança 6-12 horas em dieta de infusões. Nestas 12 horas, podem juntar-se às infusões de macela 3 % de glicose, 0,3 % de sal e 100 mg de vitamina C. A partir das 12 horas estabelece-se uma dieta antidispéptica, composta especialmente de cenouras, macas, groselhas ou água de arroz. A partir do terceiro dia, inicia-se um regime.