Origem e causas das afecções reumáticas

28 Fev 2016
Comments
Origem e causas das afecções reumáticas

Até hoje ainda não se esclareceu cientificamente como se produz o transtorno dos órgãos centrais nervosos, conhecido como causa inicial do reumatismo em todas as suas formas. Diz o nutricionista que o reumatismo em todas as suas formas agudas e crônicas tem de ser considerado como uma doença alérgica, isto é, como uma reação de hipersensibilidade do organismo a respeito de qualquer substância. O tóxico produzido pela reação orgânica de hipersensibilidade deve procurar-se na albumina e quase exclusivamente na albumina dos ovos alimentação, Outros investigadores demonstraram entretanto que, além da prejudicial albumina da alimentação, atuam como toxinas os produtos proteicos de excreção das bactérias e de outros organismos vivos, podendo.

Correlações entre a alimentação e as doenças da pele

24 Fev 2016
Comments
Correlações entre a alimentação e as doenças da pele

Também nos adultos há estreitas relações entre a pele sã e a alimentação. Os numerosos efeitos sobre a pele, como o calor, frio, tóxicos, bactérias, fungos, parasitas e inclusivamente lesões a que diárias ou ocasionalmente nos encontramos expostos, dificilmente podem provocar doenças cutâneas se a pele enquanto órgão estiver em normais e sãs condições de defesa, Há uma propensão interna para as enfermidades da pele que, sem duvido, depende do estado da alimentação. E, pois, importante que os doentes da pele de qualquer espécie ordenem a sua alimentação e, conforme a experiência, isso significa que deve ser: simples, parca, integral e pobre em sal. Toda a debilitação da nossa potência.

Excesso de condimentos e produtos químicos

22 Fev 2016
Comments
Excesso de condimentos e produtos químicos

Razões para o uso moderado de condimentos  Com o considerável intercâmbio de mercadorias de toda espécie entre os vários países, também se conseguiu infelizmente um primeiro lugar entre nós para as especiarias exóticas, que só têm aplicação real nos trópicos, deslocando quase completamente e sem razão as ervas e os condimentos de cada país. Quem só sabe dar sabor a um prato com especiarias exóticas (curry, gengibre, cravo, pimenta, canela) mostra, pelo menos, o seu desconhecimento da arte e da «cultura» culinárias. Como a cocção destrói ou altera muitos dos elementos do sabor, não é de estranhar que os alimentos cozinhados sejam insípidos por si mesmos e que não excitem o.

Calendário de frutos de baga

10 Fev 2016
Comments
Calendário de frutos de baga

Nome comum Nome latino Meses de colheita Possibilidades de aproveitamento Abrunhos Prunus Spinosa Julho a Outubro Sumo, produz boa geleia. Conserva (agridoce) Amoreira Rubus Fructicosus Junho a Outubro Consumo em cru, sumo, refrescos, sopa fria, compota, marmelada, geleia doce, conserva. Folhas em infusão. Arandos Vaccinium myrtillus Junho a Setembro Consumo em cru, sumo, bebidas, sopa, compota, marmelada, doce, conservas, pastelaria. Arandos Encarnados Vaccinium vitis idaea Julho a Outubro Consumo em cru, sumo, refrescos, sopa, compota, marmelada, geleia, doce, pastelaria, conserva. Berberis Berberis vulgaris Agosto a Outubro Compota, sumo, xarope, marmelada, geleia, conserva, substituto de sumo de limão difíceis de converter em geleia. Espinheiro Amarelo Hipporphae Rhamnoides Maio a Outubro Sumo,.

Pimentos

06 Fev 2016
Comments
Pimentos

O pimento (Capsicum annuum) também se chama pimento espanhol por terem sido os espanhóis que o espalharam por toda a Europa no século XVI. É originário da América tropical. Os frutos apresentam grandes diferenças entre si no que diz respeito à forma, tamanho, cor e especialmente pelo teor e classe do seu princípio activo, a picante capsaicina. Com o nome de pimento comum ou pimento doce conhece-se uma variedade de sabor suave, frutos de grande tamanho, verdes e muito saborosos, que se emprega como refrescante. Quando esta variedade chega à maturidade, o seu gosto torna-se picante. Outra variedade doce, de cor vermelho-escura, forma um esquisito prato podendo também comer-se crua..